segunda-feira, janeiro 14, 2013

O Professor Jaime

Image and video hosting by TinyPic

A primeira vez que me apaixonei pela pintura tinha 13 anos estava numa aula de História e vi uma imagem daquele que é o quadro que me marcou mais até hoje: O Nascimento de Vénus de Boticelli.

Desde então a paixão foi aumentando e pelo caminho tive a sorte de conhecer uma das pessoas que mais me marcou: o Professor Jaime.
O Professor Jaime deu-me aulas de uma das cadeiras que eu até hoje achei mais fascinantes: História de Arte.

O Professor Jaime esforçou-se, ao longo de meses, por nos fazer aquilo a que ele chamava de "educar o olhar" e... conseguiu. Sentados num anfiteatro, com as luzes desligadas, o fundo dos slides do powerpoint a preto e apenas as imagens dos quadros, foi nos mostrando o mundo da arte, foi nos ensinando a ler nas entrelinhas, pôs nos a ver o mundo com outros olhos e no final de isso tudo, levou-nos a Madrid e mostrou-me aquele que para mim hoje é o meu museu preferido: Museo del Prado.

O Professor Jaime é um economista apaixonado pela pintura. Tive o prazer de ver uma das suas exposições na Guarda, fiquei chocada ao ver nus da sua mulher ali expostos que datavam dos anos 70, autênticas obras de arte, e aquilo mais gosto me deu, era conhecer a esposa e ver que ela não tinha pudor nenhum em ter ali os quadros expostos, uma das coisas mais fantásticas era olhar para os quadros e simplesmente dar para perceber a outra paixão do Professor Jaime: a esposa.

Hoje enquanto escrevia uma review do livro "On Ugliness" do Umberto Eco, lembrei-me do Professor Jaime, lembrei-me da paixão que nos transmitiu, lembrei-me de ter tido o prazer de ter assistido à última aula que lecionou, de ter ido com uma das minhas melhores amigas comprar um ramo de flores para a turma de oferecer e de o ter feito chorar.

Há pessoas que nos ensinam, que nos inspiram e quando essas pessoas nos fazem ver o mundo com outros olhos, sabemos que foram das que nos marcaram para o resto da vida.

0 comentários: