domingo, novembro 25, 2012

Argo

Image and video hosting by TinyPic

Já há algum tempo que não ia ao cinema com os papás, não é fácil escolher um filme, não pode ser demasiado light, nem demasiado pesado, após o round 1 de eliminações sobraram dois: Argo e Detachment. Como o segundo provavelmente iria cair no segundo tipo, acabei por escolher o Argo.

Depois de entrar para a sala de cinema, descobri que tinha feito a escolher certa, os espetadores concentraram-se maioritariamente numas faixas acima da minha, ufa!

Depois de adormecer tanta vez a ir ao cinema, é complicado às vezes saber porque ainda contínuo a lá ir, e depois de ver Argo, voltei-me a lembrar porquê, porque quando o filme nos prende a sensação que se sai quando se está a descer as escadas do cinema é fantástica.

A história está muito bem contada, o Ben Affleck como ator pode não ser grande coisa, mas o resto da sua influência no filme... está fantástica e ainda dá para rir quando é para rir, mas o melhor mesmo de tudo é o facto de eu não me lembrar de quando foi a última vez que um filme me prendeu desta maneira, durante a "perseguição de morte" (filme de ação que se preze tem sempre que ter uma) estava agarrada à cadeira e conseguia sentir o meu coração aos pulos.

Recomendo vivamente, para mim um dos melhores filmes do ano (dos que vi até agora, OK, OK agora é que vão começar a estrear os filmes melhores, mas isso são pormenores).

E para terminar... "the quote"... Argo f### yourserlf.
 
PS: escusado será dizer que não adormeci.

0 comentários: