sexta-feira, julho 20, 2012

O alternador

Image and video hosting by TinyPic

Hoje ficara conhecido para a História como o dia em que a Kris descobriu que há uma coisa chamada correia do alternador, pena ter descoberto da pior maneira.

Ia eu a caminho do trabalho e surge uma mensagem a avisar que a bateria estava com defeito e eu pensei "OK, nunca levou uma nova, deve ser da bateria".

À hora de almoço quando vou pegar no carro, e depois de o tirar do sitio onde estava estacionado, aqui a tótó perante a mensagem de "sistema de direção com defeito", decide como boa informática desligar o carro e voltar a ligar... péssima ideia, não só o carro não pegou mais como estava em plena estrada.

Chamo um reboque e 45 minutos depois de estar ao calor (e cheia de fome), lá vem um senhor todo simpático que me diz que ia tentar por o carro a funcionar sem ter de ir para a oficina, assim que ele abre o capot...tira uma fita de borracha que estava partida e diz-me

"Pronto, encontramos o problema"

Ufa, um de nós sabia qual era... lá pergunto o que era aquilo quando me dá a "fita" toda suja de óleo para as mãos, ao que ele responde que era uma cinta. Duhhh Kris! Não se estava mesmo a ver. Depois balbuciou qualquer coisa para dentro enquanto estava com a cabeça enfiada no meio do motor e eis que liga a alguém a contar o que era (e neste momento que eu refiro que o senhor era russo ou ucraniano) e eu só pensava "por favor fala em português", felizmente falou... e disse que "a correia do alternador partiu, vou levar o carro para a oficina".

Pronto, já tinha mais um pedaço de informação, felizmente depois chegou um colega meu e explicou-me que o alternador é que carrega a bateria (neste momento fez-se luz, e pufff fez-se o chocapic).

E eu lá fiquei a ver o bat mobile a ir a reboque para a oficina sem mim, é estúpido mas senti-me tristinha, sei que não é comparável, há quem tenha gatos, há quem tenha cães, eu tenho o bat mobile.

Agora é esperar pelo veredito final da oficina, e aposto que vem de lá qualquer coisa acompanhada de uma fatura de 3 dígitos, humf.

Engraçado é que quando a minha mãe me veio perguntar como estava e eu tentei explicar os sentimentos, ela responde-me que ficou mais preocupada esta semana quando fui arrancar um dente, ao que eu, a filha forreta responde:

"Mas arrancar o dente só meu custou 10€!"

0 comentários: