domingo, setembro 25, 2011

A tralheira

O que nos torna humanos?

Quando vamos a casa de alguém pela primeira vez, é comum em muitos sítios "mostrar-se a casa" às visitas, estas são meticulosamente acompanhadas num tour onde são exibidos os cantos da casa, onde se colocam defeitos no construtor, na qualidade do chão (coisas que nós não iríamos reparar, mas pronto, querem dizer, podem dizer à vontade), entre outros.

O "não reparares na desarrumação" é um hábito, acho que até eu às vezes digo isso por dizer, ou então é porque sou mesmo desarrumada, mas há pessoas que não têm um grão de pó fora do sítio e que nos levam a pensar "qual desarrumação, desarrumada está a minha casa".

No entanto existe uma parte da casa, onde de facto a desarrumação reina. Tenho uma amiga que lhe chama "A Tralheira". A Tralheira é aquela divisão da casa que tem a roupa por passar, sacos por arrumar, roupa passada a ferro por arrumar, coisas que não conseguimos encaixar em mais lado nenhum e simplesmente atiramos para lá.

Ora, é precisamente A Tralheira que nos torna humanos, e quando visito uma casa nova, fico à espera de a visitar, para que me possa sentir normal, para saber que há pessoas que também têm roupa por passar, divisões desarrumadas, coisas que não encaixam em mais lado nenhum... O grande problema é quando A Tralheira é o quarto de hóspedes e vamos ter hóspedes em casa...

Deixo aqui um apelo, a todas as pessoas que tem a casa toda meticulosamente arrumada, não falçam inveja às outras, 'tá? Pelo menos tranquem uma porta q digam que está tão desarrumado que não podem mostrar. Só para nós "pessoas normais" nos sentirmos melhor, 'tá?

0 comentários: