quarta-feira, setembro 14, 2011

A barraca discreta



A coisa mais fantástica de dar uma barraca, é dar uma barraca e ninguém se aperceber. Estava a Kris de férias, na varanda do apartamento em frente a praia, descansada da vida de gilette na mão. E eis que diz a Té:

Té: "Tu estás aqui a fazer isto? E se te veem?"

Kris: "Who cares? Ninguém me conhece"

Té: "Olha estão uns rapazes lá em baixo a olhar para ti, não serão os teus colegas"

"Naaa", digo eu sem levantar a cabeça, mas depois levanto... e afinal eram mesmo. Sorte, sorte foi que eles não viram o que estava a fazer.

Ufa!

0 comentários: