domingo, maio 29, 2011

Fim-de-semana de acrescentar items à lista

3 itens adicionados à lista dos jás:

- Eu já comi Sushi (a repetir, pena ficar com um bocadinho de fome e o preço não ser assim muito em conta, mas gostei do sabor, gostei da experiência e sobretudo gostei de não apanhar nenhuma intoxicação. Nota futura: sobremesas no Japonês não são grande coisa):

Depois do Sushi e depois do Garden, foi hora de outro item:

- Eu já vi uma serenata (daquelas que se fazem à donzela à janela), foi mesmo fofinho, os rapazes trajados a cantar, a tocar, todos afinadinhos foi um momento daqueles que a Dé diria que eram de puxar pela lágrima (deste evento não há fotos, achei que parecia mal).

Sábado foi dia de voltar a pegar na mota, um ano e tal depois, e como além de ter ganho um bateria nova ainda decidi dar-lhe banho, nada como ir andar e passado umas horitas estar a chover e apanhar uma molha a ir para casa (Murphy és como o Vasco Palmeirim "um amoroso, um querido, um fofo").

Domingo = dia de exercício. Nova ida até à Figueira da Foz, noutro percurso, desta vez trocámos as subidas por estradas cheias de buracos, mas planas.



Tivemos uma sorte enorme, foi acelerar até ao restaurante para não apanharmos uma molha e depois do restaurante à gelataria para não apanharmos outra, mas até à estação de comboio surgiu mais um item:

- Eu já andei de bicicleta à chuva (mais ou menos a mesma coisa que andar de mota, mas aqui a cabeça fica molhada porque o capacete tem buracos).

Consegui sobreviver ao comboio sem dar nenhum tralho. Mas como viagem sem coisas para contar, não era viagem, estou com bronzeado de ciclista: mão branca, braço bronzeado, ombro vermelho (para comprovar a teoria que o protetor solar fator 30 me fazia alergia, troquei de creme e ganhei um escaldão, boa Kris!)

quinta-feira, maio 26, 2011

CX30



CX30™ é a nova modalidade do LesMills, 30 minutos de core training, é um treino dinâmico cujo alvo são os abdominais, glúteos, costas e oblíquos, e é dirigido a quem pretende construir, fortalecer, dar forma e tonificar o core.

É só haver CX30 no ginásio, que eu estou lá batida :) Six pack welcome back!

Há por aí alguém que já tenha experimentado e que queira partilhar a opinião?

Fica o vídeo:



quarta-feira, maio 25, 2011

Histórias de bicicleta - parte 1




Aos 5 anos ainda andava de bicicleta com rodinhas, eu sei parece uma vergonha mas é verdade, nunca tive steady hands e abanava o guiador, assim, tornava-se complicado manter o equilíbrio. Isto foi ao ponto de o meu daddy perder a paciência a tentar ensinar-me a andar sem rodinhas. Até ao dia que a melhor amiga diz "Eu é que te vou ensinar a andar de bicicleta"

E ensinou. Íamos as duas na bicicleta dela, eu sentada à frente, "dava" aos pedais, ela tentava segurar o guiador de modo que não tremesse muito, isto durante umas quantas aulas.

Ontem, a Ana, "A professora", fez anos e eu lembrei-me de partilhar esta historinha, gosto de pessoas decididas (neste caso desde os 5 anos de idade), que sabem o que querem.

E foi assim que eu aprendi a andar de bicicleta.

segunda-feira, maio 23, 2011

Os conselhos da Mãe - Take 15



Senhores que fazem as auto estradas:

Venho por este meio sugerir uma nova feature, além de nas placas terem as próximas saídas assinaladas também poderiam ter as anteriores, assim uma pessoa não notava que tinha falhado a cortada "só" 4 saídas depois...

Fica o conselho, estou certa que poupará muito combustível a muita gente, diminuindo assim a carbon footprint de muita gente.

Atenciosamente,

A Mãe

domingo, maio 22, 2011

Ivete Sangalo - Tour Madison Square Garden


Não me tinha, mesmo nada, importado de ter visto a Ivete em Nova Iorque, mas à falta de melhor, depois de um início do qual não gostei muito, o concerto em Coimbra foi 5*.

Os momentos:
- A parte do Ivete Sangalo Night Club com as músicas mais conhecidas;
- O início do encore;
-
O discurso do porque vinha a Portugal (tocou-me :) );
- Quem é que consegue pôr o público todo a dançar em comboio num concerto???? Só mesmo a Ivete (adorei!);
- O cromo à minha frente que esteve o tempo todo ou a filmar ou a tirar fotos(e quando acabou a bateria da máquina passou para o telemóvel, não deve ter saído com os braços a doer nem nada);
- Os meus gémeos a doerem por estar em bicos dos pés (quem me mandou fazer 43 km de bike nesse dia?);
- A Ivete a trocar de roupa e de cada vez eu dizia que o Castelo Branco a imitava;
- O momento ao piano a tocar e cantar "Easy Like Sunday Morning";
- O "Sê está triste pensa em mim, se está com saudade, pensa em mim, mas sobretudo se está feliz pensa em mim"

Pena ter sido o último de 3 concertos em 3 dias seguidos, acho que deu para notar (principalemnte quando a vi em Cantanhede com um pê engessado a pular mais do que ontem), mas eu pulei e cantei mesmo quando não sabia a música.

A repetir!

Fim-de-semana ocupadito

Sexta:
- Finalmente fui pôr a bateria da mota à loja (é agora que vou voltar a andar de mota!);
- Jantar em Mealhada city (terá sido o regresso dos jantares à Sexta?).
Sábado:
- Coimbra-Penacova-Coimbra de bike, 43 km, velocidade média: 15.23 km/h;
- Almoço no caminho (bebi um café);
- Cheguei a Coimbra, fazer três máquinas de lavar roupa, estender muitaaaaaaaa roupa;
- Acabei de ler o livro "Pequena Abelha";
- Semeei tomate cereja, cebolinho, perpétuas e margaridas (estou para ver se vou ver alguma coisa);
- Ainda consegui ter energia para ir ao Body Combat...as coisas que um café faz...
- Jantar no Itália antes do concerto;
- Pulei e cantei a ver a Ivete Sangalo;
- Voltei para casa toda partida.
Domingo:
- Dia de pegar no carro e ir até ao Alentejo;
- Consegui falhar a cortada na auto estrada (e só descobrir 4 cortadas depois);
- Almoço de família;
- Voltei para Coimbra;
- Fui por a bicicleta à loja para afinar as mudanças;
- Preenchi o IRS (finalmente!);
- Actualizei o CV para me inscrever numa formação;
- Actualizei o blog.

São 23.31h, e estou a precisar de um fim-de-semana para descansar, humf.

quinta-feira, maio 19, 2011

Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides



Pensamentos durante a visualização do filme na ante-estreia:
#0 (antes de entrar para a sala quando disseram que tínhamos de deixar os telemóveis à porta) "Alguém vai filmar isto com o telemóvel???? Really???"
#1 (a ver os trailers) "Bolas, o Captain America também é a 3D, gostam de chular as pessoas não é?"
#2 zzzzzzzzzzzzzz zzzzzzzzzzzzzzzz (adormeci antes do final da primeira parte)
#3 "O filme deve ser bom, para eu ter adormecido..."
#4 "Porque raio é que isto é a 3D?"
#5 "Que cena foi aquela da sereia e do padre????"
#6 "Johnny tu não envelheces pois não?"
#7 "Ainda bem que não paguei para ver isto e ainda por cima a 3D"
#8 "Gostei tanto do primeiro filme..."

quarta-feira, maio 18, 2011

Loucuras de Kris



Vai na volta, decidi comprar um baton com cor (eu que sou fã do gloss). A última vez que tinha cometido tal loucura tinha sido aos 16 anos, nos tempos em que era gótica. Agora foi estranho, mas até já comecei a achar piada :) O que sofre são os guardanapos brancos dos restaurantes.

Em pleno século XXI ainda não conseguem fazer batons que não saiam dos lábios à primeira vez que uma pessoa limpa a boca ao guardanapo???

E ainda por cima não foi assim tão barato (ou então eu é que sou mesmo forreta).

segunda-feira, maio 16, 2011

Feito de Kris

Eu nunca fui à Figueira da Foz de bicicleta

Ontem foi o dia.

Foi:
- Sair de Coimbra;
- Ir até ao Choupal;


- Andar no meio do mato;
- Picar-me nas silvas;



- Ir em direcção a Tentúgal para comer a bela da queijada. [Pois... pena a Pousadinha estar fechada :( ]

[A relembrar: a Pousadinha é o último café/pastelaria com queijadas de Tentúgal no sentido Coimbra-Tentúgal aberto ao Domingo.]

- Continuar pelas subidas de Tentúgal;
- Chegar Montemor-o-Velho (descrição de um colega que passou em sentido contrário "já nem respirar podias";

[da próxima vez quando alguém disser olá, responder de volta, dado que efectivamente pode ser mesmo alguém conhecido]

- Pedalar nas pontes de Maiorca;



- Andar aos saltinhos na estrada em calçada;
- Cumprir o limite de velocidade (embora o M. se tenha esforçado por disparar o semáforo):



E depois chegou a parte pior:

- Uma subida que parecia nunca mais ter fim, eyes on the prize, "depois de uma subida há uma descida". E foi uma Senhora descida. Compensou o esforço.

E como a hora já era tardia, foi:

- Chegar à Figueira da Foz;



- Entrar num café e comprar as últimas sandes que havia;



- Ir a correr para a estação de comboios para apanhar o comboio;
- Comprar os bilhetes a correr (acompanhados de um sermão da senhora das bilheteiras, felizmente foi o H. que ouviu o sermão e não eu);



E depois chegou a cereja no topo do bolo.

Depois de percorrer 51Km de bicicleta sem incidentes o que é que eu consegui fazer? Dar um tralho à entrada do comboio, juntamente com a Stuka.

Foram uns segundos a ver estrelas e a conter as lágrimas.Ganhei umas valentes esfoladelas, uma canela inchada, um ombro dorido e... um sorriso na cara.

Eu disse que um dia ia à Figueira da Foz de bicicleta. Ontem foi o dia.

PS: de referir que a viagem de comboio por 2.15€, cuja carruagem me fez questionar se era mesmo sítio certo, foi 5 estrelas.

A repetir!!!!

domingo, maio 15, 2011

34ª Feira do Livro - Coimbra


daqui

Lembro-me quando era mais pequena (sim, já tive menos de 1.58m em tempos que já lá vão) e de ir à Feira do Livro no Parque da Cidade. Depois vim morar para Coimbra, e todos os anos lá ia picar o ponto na nova localização, na Praça da República. Entretanto a localização mudou para a rotunda das Palmeiras na Solum, o número de livros por ler foi aumentando e para não cair na tentação, acabei por deixar de ir à feira do livro.

Assim, foi com grande agrado que este ano li a notícia que a Feira do Livro era no Parque Verde. Sem saber que já tinha começado ontem, Os Efeitos da Krise lá foram espreitar a dita cuja. Ficam os comentários.

(1) Não voltar a ir à à Feira do Livro depois de ter saído de salto alto para jantar, dado que cada vez que se sai de uma barraca para a outra, os saltos ficam enterrados na areia;
(2) A organização das barracas está mesmo muito melhor, não anda uma pessoa aos ziguezagues, já se sabe que as primeiras são as melhores, não fica nenhuma por ver;
(3) Os livros todos que queria estavam com 20% de desconto (até os senhores do WOOK volta e meia fazem melhor e não é em nenhuma Feira);
(4) Deixou de existir a barraca que tinha café grátis (deve ser da crise);
(5) Felizmente pode-se pagar com multibanco (ainda gostava de saber porque raio até hoje não colocaram uma máquina MB no Parque Verde, será que só lá durava uma semana?);
(6) Apesar da crise toda, a Krise conseguiu comprar o último livro que havia no expositor do "O Livro da Avó Alice" da Alice Vieira (que também só tinha 20% de desconto);

e a cereja no topo do bolo:

(7) Há estacionamento mesmo ao lado e grátis ao fim-de-semana :)

Até dia 22 de Maio no Parque Verde da Cidade.

sábado, maio 14, 2011

50


Sem saber bem como, foi com grande orgulho que hoje deparei que tinha 50 seguidores no blog.

Não sei como me conseguem aturar.

Obrigada a todos :)

sexta-feira, maio 13, 2011

Ensinamento do dia


Hoje foi tarde de mais uma voltinha de bicicleta, desta vez foram 27 Km, com paragem para comer caracóis e beber um fino (e mais umas quantas para apreciar a paisagem, cof cof) e receber o ensinamento do dia:

Parar para "Comer antes de se ter fome e beber antes de se ter sede".

A ver se não me esqueço.

Qualquer dia chego à Figueira :)

É tão bom quando nos respondem...



Se há coisa que enerva é uma pessoa querer fazer uma formaçãozita para renovar uns conhecimentos, encontrar 3 formações em Coimbra dentro de horário e relação qualidade/preço aceitável e depois envia-se mail para cada uma das três e resposta?

Zero. Cero. Niente. Nada. Nicles.

E depois estamos em crise, devem estar cheios de candidatos...

quarta-feira, maio 11, 2011

Insólitos da Krise



Quem é que consegue perder um livro enquanto o está a ler?

Só eu.

Storytelling procura-se.

segunda-feira, maio 09, 2011

Como ontem não foi dia de exercício...

... hoje foi dia de sair do trabalho e trocar o Phive pela Stuka, foram 14 Km até à praia fluvial, qualquer dia chego a Penacova :)

Fim-de-semana de Queima

Este fim-de-semana não foi o fim-de-semana de Queima sinónimo de ir para o Parque, foi sinónimo de ter ido pela primeira vez a um jogo de Rugby da Académica, e de ter feito uma descoberta fantástica:

- sítio onde ser encontra uma elevadíssima concentração de rapazes giros, com corpinhos jeitosos e de olhos claros? A ver um jogo de Rubgy.

Se soubesse disto já tinha ido ver um há mais tempo (ahhh meninas, a concorrência é fraca ou um é um limite que tendo para zero). Jó: porque não me tinhas convidado há mais tempo, hein?

O jogo foi entre a Académica e o ISLA e era a contar para o campeonato de Sub-21. Ficam os momentos:











Gostava de ver os treinos disto, espero que ninguém se aleije.


A "concorrência", passaram o jogo a conversar...

A Académica ganha e quem entra no campo para comemorar? A Mãe!


E no final, os Pretos, deram a voltinha pelo campo a comemorar:


Como um dia só não bastou para tirar o pó da máquina fotográfica, nada como ir ao cortejo e no dia seguinte matar saudades e ver o primito (que não cheguei a encontrar, mas também não interessa nada).

Fica "A Imagem", a malta de desporto a atirar-se da estátua do Papa para baixo:


quinta-feira, maio 05, 2011

Fast Five



Não sei o que gostei mais:
- Se do facto de o filme ter sido bem melhor do que imaginava;
- Se do Joaquim de Almeida a fazer de mau (mesmo com uns kilos a mais continua com o charme de sempre);
- Se da cena de porrada entre o The Rock e o Vin Diesel (se há coisa que gosto num filme de ação é de uma boa cena de porrada);
- Se do Joaquim de Almeida a dizer "faz alguma coisa caral##" com sotaque brasileiro (a sala de cinema desatou toda a rir);
- Se do facto de ter visto isto tudo na ante-estreia :)

segunda-feira, maio 02, 2011

A Guerra dos Tronos - Livro 1



E agora que li o primeiro volume, estou curiosa com os restantes 7.

Os próximos 3 já estão encomendados. Mas palpita-me que depois de ler o segundo, já posso ver a primeira season completa :)

The Winter is coming.

O mês de Abril



Depois de voltar a ler isto tenho a dizer que:

Abril águas mil

O que vale é que a chuva de Abril traz as flores de Maio.

domingo, maio 01, 2011

Krise, A Padeira - Episódio 1




Queridos Senhores da Porto Editora,

Venho por este meio sugerir mais um volume da coleção "Para Totós" desta vez intitulado "Máquinas de Fazer Pão Para Totós", pois esses senhores que fabricam as máquinas dão a entender a qualquer mortal, que qualquer um pode fazer pão em casa facilmente.

E depois o que acontece? Vai uma pessoa comprar farinha, ler o manual de instruções, até começa pelo pão básico tal como sugerido no manual. E depois só porque não tem fermento de padeiro e decide usar o dos bolos, o pão não cresce passadas 3h de ter ligado a máquina???

Um autêntico ultraje.

De referir que, estou certa que pôr esse país fora existirá certamente, mais um totó como eu que compraria tal volume.

Com os meus melhores cumprimentos,

Krise, A Padeira... ou então não (acho que mais vale dedicar-me antes a fazer bolos).

Bahhh.

PS: Quando terminava este post realmente reparei que já havia um livro chamado "Bread Machines for Dummies", acho que já tenho o que acrescentar à prateleira.