quinta-feira, abril 07, 2011

Esta foi de corar...




... até à raiz dos cabelos. Ora, estava a Kris a falar de uma terceira pessoa, que não estava na sala, com as colegas (curiosamente nem estava propriamente a falar mal) blablablabla, quando saio da sala e passado um bocado vejo o dito cujo a sair da sala também:

Eu: "ele estava na sala?????"
Colegas: "sim, não tinhas reparado? Nós fizemos sinal. Também não era nada de mal"

Às vezes sou tão tótó. Naaaaaaaaaaaaa, não era nada de mal, só disse que ele tinha feito um comentário relativamente à minha pessoa que era "olha, afinal ela até é culta" e que no fundo, no fundo, eu não tinha achado muita piada.

E nesse momento, eu senti-me literalmente a corar até à raiz dos cabelos, a minha cara fervia, depois respirei fundo, e entrei na minha sala, é que... a pessoa em causa... é o meu colega da frente.

Será pedir muito que para a próxima coloquem um letreiro gigante no ar? A gerência agradece.

É mais uma barraca é mais uma voltinha, são os chamados "feitos da Krise".

3 comentários:

Filipe Figueiredo disse...

É no que dá as más línguas :P

Mary disse...

Têm de combinar algo que ensinaram-me e que tem muita graça:
- estás a falar de algo/alguém, a pessoa em questão entra e quem está com a palavra, em vez de andar a fazer sinais, diz apenas: "então ficamos assim, certo?"

Foi um brasileiro que ensinou-me isso e acho imensa piada.
:-)

Kris disse...

pois, o meu problema foi mesmo não ter visto os sinais, mas isso é uma boa ideia é :)