quinta-feira, março 31, 2011

Eu nunca...

... Fui a uma ante-estreia às 11h da manhã... Sábado é o dia!

Depois conto como foi.

O mês de Março

Tendo em conta o dia 3 de Janeiro, previa-se para o mês de Março:

- Ida à neve à Suíça (foi mais até Espanha)
- Faltar ao ginásio (checked, porcaria da amigdalite)
- Sair do trabalho tarde (teve dias)

Acho que isto não está a "bater a bota com a perdigota"...

Constatação do dia


Agora já percebi porque é natural que os bebés chorem tanto, graças à Sra. Amigdalite já tive:

- dores de cabeça;
- dores musculares;
- arrepios:
- dores de garganta;
- falta de apetite;
- dificuldade em comer;
- dificuldade em dormir;
- as batatinhas no pescoço;

E hoje chegaram:
- as fortes dores de ouvidos (espirrar com dores dos ouvidos é tramado, nunca se sabe quando um deles vai rebentar).

Se a mim me incomoda tanto, como não há-de incomodar os pequenos seres?

Ter doenças de criança sucks!

PS: já disse que fico mais chata e rabugenta que o normal quando estou doente? Não tinha dado para notar, não é?

quarta-feira, março 30, 2011

30 dias de livros - dia 18

Um livro que me desiludiu



O Amor é Fodido
de Miguel Esteves Cardoso

Tinha curiosidade de ler este livro, não só pelo título mas pelo facto de certo dia ter descoberto que era o livro preferido do João V. Pinto, eu confesso, eu tive um poster do João V. Pinto atrás da porta do quarto aos 13 anos de idade.... vá se lá perceber...

Quando descobri que a minha irmã tinha comprado o livro, lá o pedi emprestado, mas tive uma grande desilusão... isso ou não o devia ter lido aos 15/16 anos, mas mesmo assim, não achei piadinha nenhuma, bahhhhh.

As Batatas



Hoje percebi porque se chamam batatas às amígdalas e porque se diz que alguém foi tirar as batatas...

20 anos depois, voltei a ter uma amigdalite e agora encontrei a explicação: é que uma pessoa parece que fica, literalmente, com duas batatinhas no pescoço.

Agora é esperar que o antibiótico resulte e torcer para não ter de levar injecções de penicilina, bahhhhhh, isto lá é altura de ter "doença de criança"?

terça-feira, março 29, 2011

30 dias de livros - dia 17

Frase preferida do livro preferido




"Choose life. Choose a job. Choose a career. Choose a family. Choose a fucking big television, Choose washing machines, cars, compact disc players, and electrical tin openers. Choose good health, low cholesterol and dental insurance. Choose fixed- interest mortgage repayments. Choose a starter home. Choose your friends. Choose leisure wear and matching luggage. Choose a three piece suite on hire purchase in a range of fucking fabrics. Choose DIY and wondering who you are on a Sunday morning. Choose sitting on that couch watching mind-numbing sprit- crushing game shows, stuffing fucking junk food into your mouth. Choose rotting away at the end of it all, pishing you last in a miserable home, nothing more than an embarrassment to the selfish, fucked-up brats you have spawned to replace yourself. Choose your future. Choose life... But why would I want to do a thing like that?"

in Trainspotting by Irvine Welsh

Como estragar um filme em 10s



Estava eu na fila do cinema, quando me deparo com um rapaz à minha frente a perguntar ao senhor das bilheteiras sobre o que era o filme 127 horas:

"É sobre um rapaz que vai para o Gran Canyon e fica com o braço preso e depois corta o braço".

Ora, em primeiro lugar aquilo não é no Gran Canyon, mas isso também não interessa nada, em segundo, há que contar o filme todo, exato!

O rapaz nem sabia sobre o que era, provavelmente, não saberia que era baseado numa história verídica, sendo que a curiosidade durante o filme seria "ele morre? é resgatado? corta o braço e morre? consegue cortar o braço?" mas pronto, conseguiu-lhe poupar isso tudo e contar logo o fim.

Nota futura: não perguntar sobre o que é o filme sem dizer que não se quer saber o final.

sexta-feira, março 25, 2011

O teste estúpido



Como fazer testes só no trabalho seria uma seca, nada melhor que um testezinho estúpido para levantar a moral. Vai na volta, ontem decidi pesar-me no ginásio antes e depois das aulas de Combat e Pump... resultado? Menos meio Kilo (e bebi água durante as aulas).

Eu disse que era estúpido...

quinta-feira, março 24, 2011

Eu e a Elle MacPherson

Bem que me intrigava como é que aquela "gente de Hollywood" andava com uns Louboutins nos pés, quando aquilo é tudo menos confortável, hoje graças à Ju, descobri a explicação:



Afinal, os sapatos também aleijam a Elle MacPherson.



Quem diria que tínhamos uma coisa em comum, hein?

Morning Glory



Em dia que só se fala de Krise... nada como ir ao cinema ver uma comédia para levantar a moral :D

Uma coisa fantástica sobre este tipo de filmes, é que quando entramos na sala com as expectativas a zero, acabamos por nos divertir imenso.

Adorei o filme, não foi a típica comédia, boy meets girl, girl likes boy, o filme acaba por ser centrado em McAdams e Ford (e para usar uma expressão da Mary relativamente ao Turista, também pensei que ele, tal como Depp, tinha contas para pagar, mas não, enganei-me Ford continua a ser um senhor), o romance com Patick Wilson está num plano secundário, foi precisamente isso que achei diferente, só é pena é que Keaton também acaba por estar num plano mais secundário.

Diverti-me, ri-me à gargalhada (não a ponto de me virem as lágrimas aos olhos), mas saí do cinema super bem disposta, e é para isso que uma comédia romântica serve.

Recomendo :)

PS: o melhor disto tudo é que fui ver o filme à ante-estreia (graças à S., obrigada) enquanto saboreava um swirl.

quarta-feira, março 23, 2011

30 dias de livros - dia 16

Personagem feminina preferida



Prudence Crowley

E surge a pergunta quem raio é a Prudence Crowley?

Mais conhecida como Tuppence, é uma personagem de Agatha Christie, que a par com Tommy formam uma dupla de espiões/detetives. Estes são dos raros casos em que as personagens vão envelhecendo ao longo dos livros, no primeiro eles têm perto de 20 anos e no último cerca de 70.

Mas o que mais admiro e adoro em Tuppence, é que ela é a chamada "mulher com tomates" (e os dela são bem grandes).

terça-feira, março 22, 2011

The only 12 1/2 writing rules you will ever need

30 dias de livros - dia 15

Personagem masculina preferida

João da Ega, d' Os Maias

Apaixonei-me por ele aos 17 anos, adorei Os Maias, um dia hei-de voltar a ler o livro, e até hoje a minha personagem masculina preferida é o Mefistófeles de Celorico (desculpa Poirot).

"(…) era considerado em Celorico, mas também na Academia, que ele espantava pela audácia e pelos ditos, como o maior ateu, o maior demagogo, que jamais aparecera nas sociedades humanas. Isto lisonjeava-o: por sistema exagerou o seu ódio à Divindade e a toda a Ordem Social: queria o massacre das classes médias, o amor livre das ficções do matrimónio, a repartição das terras, o culto de Satanás. O esforço da inteligência neste sentido terminou por lhe influenciar as maneiras e a fisionomia; e, com a sua figura esgrouviada e seca, os pêlos do bigode arrebitados sob o nariz adunco, um quadrado de vidro entalado no olho direito - tinha realmente alguma coisa de rebelde e de satânico." Eça de Queirós, "Os Maias" in Wikipedia

segunda-feira, março 21, 2011

30 dias de livros - dia 14

Livro favorito do escritor preferido



Um crime no Expresso do Oriente de Agatha Christie

Há coisa melhor do que um livro nos conseguir transportar para o seu cenário a ponto de o colocarmos na TODO list para visitar um dia?

Um dia vou fazer a viagem no Expresso do Oriente. Pode ser a a primeira viagem para a lista do Euromilhões... cof cof.

Há dias de sorte



Como boa informática, volta e meia tenho a companhia do amiguinho de peito de todos nós: o Murphy. Naqueles momentos em que se precisa mesmo, mesmo de sorte, ele não falha e está lá. para dar um empurrão em direcção ao abismo. Mas, isto é bom para uma coisa: apreciar aqueles raros momentos em que ele nos abandona.

Este foi um deles. Vai na volta, ao fim de 13 anos a minha máquina depiladora avariou... depois de ter terminado a depilação.

Obrigada Murphy. Quando queres és um querido!!!!!!!

quinta-feira, março 17, 2011

Pergunta do dia



É muito, muito geek eu ter comprado um SIGG chamada "This is Not a Test"?

St Patrick's Day

É engraçado, não dou por mim a comemorar o dia de outros países (nem de Espanha) e não me lembro deste hype à volta de outros dias nacionais. Mas hoje dei por mim a passar o dia a ouvir música Irlandesa. Deu para ouvir a minha banda irlandesa preferida (The Pogues) e para descobrir estes senhores (Dropkick Murphys):



Mas uma das minhas músicas preferidas continuará a ser Galway Girl.

No ano passado, até fiz bolo de chocolate e cerveja Guinness para comemorar o dia, mas acho este ano vou mesmo até ao Irish beber uma Guinness e ouvir a banda Irlandesa que por lá estará.

quarta-feira, março 16, 2011

30 dias de livros - dia 13

Escritor Preferido


Agatha Christie

A dama do crime, esta senhora para altura em que escreveu os livros tinha uma imaginação e um conhecimento "do caraças". Se fosse era a escrever os episódios do CSI devia ser engraçado :)

Ainda falta tanto tempo...

...até 17 de Abril


terça-feira, março 15, 2011

30 dias de livros - dia 12

Um livro que adorava mas que já não gosto

O Soldadinho de Chumbo de Hans Christian Andersen

Há uns tempos a sobrinha mais velha andava com este livro que me tinha pertencido e estava eu a ler-lhe a história, quando chego à ultima página e me apercebo que a história não tinha um final nada feliz, levanto os olhos e digo para a minha irmã com um ar extremamente desiludida ,como um criança que acabou de descobrir que o Pai Natal não existe:

"Mas isto não acaba bem", disse em jeito de socorro. Ao que a minha irmã responde:

"Pois não, tens que alterar o fim."

E lá me viro eu para a sobrinha e digo:

"Pronto, e viveram felizes para sempre".

Será que também era isto que me faziam quando eu tinha a idade dela? Não me lembro nada deste final e lembro-me do resto da história.

Spoiler: caso haja por aí alguém iludido como eu, é só para dizer que o Soldadinho morre queimado e a Bailaria morre ao lado dele. No dia seguinte ao varrerem as cinzas no lume só sobra o coração de chumbo e a fita do cabelo da bailarina.

Coisa triste.

Dia de revelar o segundo nome




Se ontem foi o Hug an Engineer Day (eu cumpri a minha parte) hoje, segundo a Rádio Comercial, foi dia de revelar o segundo nome. E depois da malta que telefonou para a Rádio a relevar coisas como Cátia Priscila, Cinderela Princesa, as manas Berta Damásia e Damásia Berta, eu (que gosto do meu primeiro nome e do segundo, mas não gosto dos dois juntos) pensei:

"Adoro ser Cristina Sofia!!!!"

Mãe, Pai, mana obrigada! (Isso, porque principalmente, poderia ter sido Isabel Margarida).

Assim, sempre posso ser Kris, Cris, Krise, Krisinha, Tininha, tem muito mais piada :)

domingo, março 13, 2011

Eu já fui a um desfile da Moda Lisboa

Mais um check para a lista (que por acaso não estava lá, mas são pormenores). Desde pequenina que gosto de moda, desenhava roupa, via desfiles, depois essa fase passou... depois voltou. Mas curiosamente nunca me imaginei a ver um desfile.

Mas hoje foi o dia, graças ao R. arranjei convites e fui à Moda Lisboa.

O dia estava chuvoso por Coimbra, mas saí de casa confiante e sem guarda-chuva, depois do almoço nos Armazéns do Chiado e do geladito na Santini, fomos até ao Terreiro do Paço levantar os convites.



O desfile do V!tor era no MUDE, e apesar do edifício por fora ter um aspecto cuidado, por dentro a decoração é esta:



O desfile foi giro, apesar de ter sido pequenino (vá e de eu e a D. estarmos na quarta fila a assistir, pormenores, novamente) e da velocidade a que os modelos passavam, e da minha máquina de bolso não acompanhar a mesma, lá deu para tirar umas fotozitas:







No final de contas, adorei a experiência, a repetir :D

30 dias de livros - dia 11

Um livro que tenha detestado


Jonathan Strange and Mr Norrell de Susanna Clarke

E eu que gosto de livros de fantasia :(


sábado, março 12, 2011

O corte de cabelo invisível


Mirte Maas by David Byun for W Korea March 2011

Certo dia li nas 1000 Awesome Things que sabia bem quando alguém comentava o nosso novo corte de cabelo, a partir desse dia comecei a comentar quando os colegas apareciam com um novo corte. Mas noutro dia uma colega queixava-se que tinha cortado o cabelo e que ninguém tinha reparado... e 3 dias depois fui eu que cortei e ninguém reparou, e eu cortei "bué" (mais do que os "três dedos" habituais no comprimento)

Humf, agora eu compreendo-a :(

PS: Rapazes esforcem-se por reparar no novo corte de cabelo das namoradas e comentem sff, elas gostam.
PSS: Dizer que se nota depois de nós termos informado que cortamos o cabelo não conta,

quinta-feira, março 10, 2011

A pergunta óbvia



Às vezes não tenho paciência para perguntas de resposta óbvia e salta-me a tampa. Ontem fui com um amigo comprar uma prenda para uma bebé de 1 ano e quando chegamos à caixa com uma quinta da Chicco e a senhora pergunta:
- "É para oferecer?"

Saltou-me a tampa...e saio me com um:

"Não! Ele vai brincar com isso quando chegar a casa..."

A seguir lá tentei disfarçar a coisa, ao que parece diz o D. que pelo menos ainda consegui arrancar um sorriso à rapariga...

PS: Rapazes. quando forem para o engate não me levem

The Adjustment Bureau



Sabem quando estão a ouvir rádio e os senhores dizem "liguem agora para o 808XXXXXX para ganhar bilhetes para o "? E vocês ligam e está sempre, sempre, sempre interrompido? Não desistam, eu ontem consegui que me atendessem e ganhei bilhetes para a ante estreia do filme "The Adjustment Bureau".

Confesso que sendo um filme do Matt Damon estava à espera de melhor, não percebo os 7.3 no IMDB. Quem adorei foi a Emily Blunt a dançar.

Mas gostei da lição que ficou no final no ar, fez me lembrar o Neo no Matrix a dizer que não acreditava que ele não fosse capaz de controlar o seu destino com as próprias mãos.

segunda-feira, março 07, 2011

30 dias de livros - dia 10

Clássico preferido



O Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde

domingo, março 06, 2011

30 dias de livros - dia 9

Um livro que achava que não ia gostar mas que acabei por adorar



O Perfume de Patrick Süskind

Adorei o livro, nunca vi o filme.

O regresso das Buzz Nights



Há muito tempo que não havia Buzz! Night. Ontem foi o dia. E desta vez foi com um jogo novo: O grande desafio musical.

Ver vídeos, adivinhar músicas, adivinhar músicas de trás para a frente, tentar adivinhar coisas completamente disparatadas que ninguém deve saber. Para variar não ganhei nada, mas diverti-me imenso com o novo jogo. Engraçado foi também o nome que escolhi (Faneca) e ouvir o Jorge Gabriel a pronunciar o nome com voz marota: "Faneeeeeeeeeeeeeeeca".

Ahh e isto ainda é muito melhor quanto os amigos têm 8 comandos em vez de 4. AWESOME!!!!!!

sexta-feira, março 04, 2011

O vestido vermelho


daqui

Feito de Kris: comprar um vestido vermelho... e pela internet. Agora a questão que se coloca é: será que vou ser capaz de o vestir?

Ainda bem que trabalho num sítio onde a única coisa com que os meus colegas gozam ,é a cor das minhas unhas :)

Ahh e já agora, comprei o vestido no site da Asos e tenho a dizer que fiquei fã, a encomenda foi despachada Terça-feira e na Quinta de manhã já estava nas minhas mãos. Recomendo.

30 dias de livros - dia 8

O livro mais sobrestimado


O livro de S. Cipriano

Há 11 atrás, na altura das roupas pretas da cabeça aos pés, das botas de biqueira de aço e dos cabelos pintados de preto, nada mais poderia condizer melhor do que ler o livro de S. Cipriano. Pensei que poderia aprender alguma coisa de útil, mas não, só dava mesmo para rir, se calhar está na altura de o voltar a tirar da estante e folhear para ver se descubro alguma coisa mais interessante do que fazer rituais (se calhar há quem acredite, mas eu se calhar sempre fui céptica).

Este livro estava a ser uma escolha difícil, mas hoje quando ouvi o Nuno Markl a falar do livro na Rádio Comercial, ficou decidido qual seria.

quarta-feira, março 02, 2011

30 dias de livros - dia 7

O livro mais subestimado


A Praia de Alex Garland

Esta foi uma escolha difícil, não é o mais subestimado mas é "um dos", adormeci a ver o filme, mas pelo contrário adorei o livro. Sabem aquelas frases famosas que geralmente estão nas contracapas dos livros e que são tiradas de uma review de um jornal famoso, a dizer algo como "loved every page" e depois em 500 páginas só se gostou de uma? Este é o contrário. Ainda hoje me lembro como o mistério começou literalmente na primeira página e o li num abrir e fechar de olhos.

Não é nenhuma obra de literatura mas dá para entreter mais do que imaginava.

O mês de Fevereiro

Decorrido o mês de Fevereiro, e após os acontecimentos decorridos no dia 2 e em relação às questões colocadas:

"Vou viajar? Vou dar barracas? Vou curar a doença de Janeiro? Não vou ganhar nada no Euromilhões? (Voto na última)."

Tenho a dizer que:

- Não viajei
- Não dei barracas
- Estive bem de saúde
- Não ganhei nada no Euromilhões

Portanto, aceitei uma em quatro, não está mal (mas espero que em Março a sorte mude...).