domingo, março 14, 2010

Fim-de-semana em Bejar

Com uma semana de atraso fica o relato da viagem a Bèjar.

-Quinta-feira à noite:

Chegar, jantar, ir até ao bar onde tínhamos ido em Janeiro (aposto que o dono ficou todo contente quando viu 40 gajos a entrar no bar àquela hora), pela primeira vez joguei à Sueca com um baralho Espanhol, não sabia da existência de tal tipo de cartas, é composto por 48 cartas, com números de 1 a 12, correspondendo o 10, 11 e 12, à dama, valete, rei. Os naipes são Ouros (representados por uma moeda de ouro), Espadas (cujo símbolo são mesmo espadas), Copas (representadas por taças) e Bastões (os paus são substituídos por mocas usadas pelo homem das cavernas):



- Sexta-feira:


Dia de Ski... nevou! Pela segunda vez na minha vida vi nevar (a primeira tinha sido em Viena em 2008) e nevar & esquiar até é engraçado, só é pena é que para além da neve, estava muito nevoeiro, o que torna difícil conseguirmos ver a mais de 2m de distância. Felizmente tinha comprado uma máscara e tenho a dizer que são muito melhor do que os óculos, protegem do frio, não embaciam e vê-se muito melhor no nevoeiro.

Escusado será dizer que agora é que não se via mesmo um cm de pele de Kris:



Pronto vá no inicio da manhã enquanto andava nas pistas verdes com uma colega que nunca tinha experimentado, lá deu para tirar uma foto onde, de facto, se via eu a sorrir:



A neve estava fofinha e consegui andar o dia todo sem dar nenhum tralho. À noite foi altura de trocar o torneio de Poker pelo bar da noite anterior, onde havia um concerto, mas depois de um dia de ski, antes da 1h estava a xonar.

- Sábado:

Nevou novamente, e tanto que por duas vezes enterrei os skis na neve e caí, quando olho para baixo tinha neve quase até aos joelhos e não conseguia ver os skis. Felizmente não havia tanta gente como em Janeiro e podia-se andar à vontade sem esperar muito tempo nas filas para as tele cadeiras.







No fim do dia foi altura de tirar a última foto e "arrumar as botas":



Time to go home:



A noite que se seguiu, foi fantástica e nunca pensei que me fosse divertir tanto com os meus colegas de trabalho, que ainda me obrigaram a ir para a discoteca dançar às 5h da manhã, eu que não sei mexer os pés, guardado na memória fica a dança do "lavar a roupa, mexe a roupa, apanha as maças, pisa as uvas, joga ping pong, corta o fiambre", e depois de ter visto tal acontecimento pensei que afinal não danço assim tão mal. Só foi pena não ter feito um vídeo, mas pronto "what happens in Bejar, stays in Bejar".

E depois?Depois foi dormir 4h, acordar, fazer as malas e apanhar o autocarro de volta para a Coimbra e dormir até chegar ao destino.


0 comentários: