sexta-feira, agosto 28, 2009

Inglorious Basterds

Há uns meses atrás já tinha perguntado que com sacanas destes quem é que não iria querer ver o filme.

Como Domingo já vou estar de férias, hoje foi dia de ir ao cinema, foi engraçado sair do cinema e encontrar pessoal conhecido a caminho da sessão da meia noite a perguntar como tinha sido o filme (é a vantagem de ver primeiro).

Mais do que acção o filme dá para rir do início ao fim, Brad Pitt tem na minha opinião uma das suas melhores interpretações (o que me fez lembrar a sua participação em Snatch), mas a grande revelação do filme foi mesmo o austríaco Christoph Waltz, o senhor é o mau da fita, fala alemão, inglês, italiano, francês e o que mais houvesse, e no meio disto tudo ainda é protagonista de muitas cenas cómicas.

Detesto ver um filme cuja acção decorre em France e se passa com franceses e depois toda a gente fala inglês, aqui isso não acontece. Gostei!

Fiquei surpreendida pela positiva, recomendo (contém cenas que podem chocar as pessoas mais sensíveis).


A lição: representar o número 3 com as mãos usando os 3 dedos do meio, para os alemães é ofensivo.

The scene: é do trailer, mas foi uma das quais gostei mais (para não revelar spoilers) quando alemães e americanos apontam as suas armas aos testículos um dos outros e a cena que se passa logo a seguir.

The quote: a frase que fica no ouvido é Brad Pitt a dizer "we're gonna be doing one thing and one thing only... killing Nazis" no seu novo sotaque, mas a que guardei foi mesmo "when a story is too good to be true: it ain't!"

Nota que dei no IMDB: 9/10 (não dei 10 porque não gostei da banda sonora)


1 comentários:

Mary disse...

Bem, o filme agradou-te mesmo. Eu vou tentar ver este fim de semana, mas não é nada certo.

Boas férias!!!!!