terça-feira, agosto 04, 2009

Dorian Gray - trailer


Há uns anos atrás quando me perguntavam qual era o meu livro preferido, costumava dizer que ainda o estava a eleger, e se hoje em dia tiver que escolher, continua a ser difícil. Mas "O Retrato de Dorian Gray" está definitivamente no top 10.

O livro, cuja acção decorre na Inglaterra aristocrática do século XIX, retrata a vida de Dorian Gray "um jovem que se envaidece de si mesmo, que se torna amante de si mesmo e da arte abstracta e pura" (como diz a Wikipedia). Certo dia Dorian, torna-se modelo de uma pintura do pintor Basil Hallward, mas não se torna apenas modelo pela sua beleza física (um "Adônis que se diria feito de marfim e pétalas de rosa"), mas também se torna numa fonte de inspiração para outras obras e, implicitamente no texto, uma paixão platónica por parte do pintor.

Algures lá pelo meio, Dorian conhece Lord Henry Wotton, um aristocrata cínico e hedónico, típico da época e grande amigo de Basil, que acaba por seduzir Dorian para sua visão do mundo, onde o único propósito que vale a pena ser perseguido é o da beleza e do prazer.

No dia em que vê o seu retrato finalmente pronto, Dorian Gray afirma:

"Eu irei ficando velho, feio, horrível. Mas este retrato se conservará eternamente jovem. Nele, nunca serei mais idoso do que neste dia de Junho... Se fosse o contrário ! Se eu pudesse ser sempre jovem, se o quadro envelhecesse !... Por isso, por esse milagre eu daria tudo! Sim, não há no mundo o que eu não estivesse pronto a dar em troca. Daria até a alma!" .

E assim, Dorian vende a alma ao Diabo e torna-se "forever young".

Recomendo vivamente o livro.

O romance de Oscar Wilde foi devorado num instante há uns anos (na altura que em vez dos livros de teenagers eu passava o tempo a ler os clássicos), o livro apesar de ter sido escrito em 1890 é bastante actual e Dorian Gray podia ser perfeitamente uma personagem do século XXI.

Enquanto o devorada ia imaginando os cenários, o quadro, as ruas, as mansões e fiquei curiosa de ver um filme baseado no livro. Tento estar atenta aos filmes que vão sair e vou mantendo uma lista dos filmes que quero ver e respectivas datas de estreias. Recentemente, eis que saiu o trailer de "Dorian Gray" realizado por Oliver Parker ("The Importance of Being Ernest", outro livro de Wilde), Colin Firth interpreta o papel de Lord Henry Wotton, enquanto que a personagem principal é interpretada por Ben Barnes (aka o Prince Caspian), apesar de imaginar um actor mais maturo a encarnar a personagem de Dorian, ao ver o trailer achei que foi muito bem escolhido:




Agora é esperar até à estreia: em pulgas para ver e rever!



4 comentários:

M disse...

Adoro Oscal Wilde e adorei o livro, também estou ansiosa pelo filme, e acho que vou reler outra vez o livro.
Xoxo
M

Kris disse...

também o queria reler, ainda não sei é se antes ou depois do filme, mas é capaz de ser melhor depois de ver o filme, não me vá desiludir

dee disse...

Ahhh e eu que estive com o livro na mão e não o comprei porque achei que ia ser secante :/ Já me arrependi.

Kris disse...

Dee: volta à loja, vale a pena :)

Kris*