terça-feira, julho 21, 2009

O concerto dos The Killers - Super Bock Super Rock 2009

Sábado passado fui até à capital ao Super Bock Super Rock, riscar mais um item da lista dos nuncas. Ainda estou a tentar descrever a experiência mas acho que contínuo sem palavras, é verdade que foi uma estreia e ainda estou assim meia aparvalhada, mas vou tentar descrever tudo.

Não sei bem como, mas arranjámos estacionamento à pala logo ao lado do CCB (que sorte) depois fomos comprar pastelinhos de Belém (onde fomos atendidos por um empregado mesmo com muito bom aspecto, alguém que-não-vou-dizer-o-nome até disse "este é que era fixe, chega todos os dias a casa a cheirar bem", errrrr pois. No comments.)

Depois fomos até à Starbucks comer os pasteis e eu no meu caso beber o Ice Café Moka da praxe (só faltou o vídeo de outra certa pessoa a comer um pastel de Belém em 2s, não vou divulgar nomes, mas foi coisa de informático...)

Quando a malta já estava toda junta lá nos fomos encaminhando para o Estádio do Restelo e de lá vista é espectacular sobre o rio Tejo.



Em relação aos concertos, Brandi Carlile só me lembro de ter cantado 4 músicas e pronto, não foi assim nada de especial, segundo a Délinha num palco muito mais pequeno o concerto é melhor. Duffy apareceu com um vestido super sensual e o concerto todo foi só ver as pernas dela no ecrã gigante, lá fez gritar um pouco o público quando disse umas frases em Português e um pouquito quando cantou "Mercy", fiquei contente de afinal saber 4 músicas dela, quando pensava que só conhecia uma.

Entre os concertos, quando fomos buscar qualquer coisa para comer, passaram por nós uma rapariga e um rapaz a vender raspadinhas da Santa Casa e deu-se mais um "momento de Kris", a rapariga vem-me perguntar se queria comprar uma, respondo que não, e diz a Délinha "ainda por cima foi perguntar à mais forreta de todas" e respondo eu "ainda se fosse ao colega, agora a ela", o rapaz (que obviamente era bastante jeitoso) deve ter ouvido, vira-se para trás e pergunta se quero comprar uma raspadinha, eu coro até à ponta dos cabelos e digo um tímido "não". O que vale é que ninguém me conhece.

Pelo meio destas coisas todas, lá fomos tirando umas fotos...





Depois chegou o momento mais aguardado da noite, os Killers entraram mesmo a matar, abriram o concerto com "Human" e o público começou logo a cantar e a pular, conquistaram-nos desde do primeiro segundo, Brandon Flowers introduz a banda e diz "Nós somos os The Killers e esta noite somos vossos" e foram!

"Somebody Told Me", uma das minhas preferidas, foi uma das que se seguiu e novamente o público voltou a vibrar com um dos êxitos de "Hot Fuss":


O ponto alto da noite ocorreu com "Spaceman", no fim da música quando a banda já se preparava para cantar a próxima canção o público contínua a entoar "oh oh oh oh oh oh ", Brandon Flowers dirige-se para as teclas, toca o refrão e o público acompanha, no entanto "not enough", o público não se contentou e os Killers voltaram a tocar "Spaceman" novamente, brutal!

Como uma imagem, neste caso um vídeo vale mais que mil palavras, este consegue bem demonstrar o entusiasmo do público (os meus braços estão lá algures pelo meio):


Mais umas músicas se seguiram e a banda tocou outra das minhas preferidas: "Mr. Brightside" , nunca me esqueço desta música quando foi utilizada numa coreografia de Power Jump, sempre que a ouço a associação é inevitável. "All These Things That I've Done" ("I´ve got soul but I’m not a soldier") voltou a colocar a o público a cantar.




Já no encore, tocaram "Jenny Was a Friend of Mine" e pediram desculpa por não terem cá vindo mais cedo (este para mim foi outro dos momentos altos) e disseram que iam voltar em breve. Parece que a banda é uma das mais caras e difíceis de marcar, mas se eles cá vierem: eu estou lá batida! (Délinha: vamos?).

Outra das coisas que me surpreendeu foi o vocalista, Brandon Flowers tem muito melhor aspecto ao vivo (engraçado que ninguém lhe filmou as pernas):

Fonte: sapo

Os vídeos que foram sendo passados no palco a cada música aumentaram ainda mais a qualidade do espectáculo e no fim a banda terminou com "When You Where Young" e um espetáculo de pirotecnia:



E foi a cereja no topo do bolo!

No meio disto tudo foi pular, cantar, suar, terminar o concerto e beber uma garrafa de água em 10s (no dia seguinte acordei cheia de sede, parecia que tinha estado a beber álcool a noite toda).

Já íamos a caminho no carro quando a Té diz "bem se não apanharmos gripe A agora já não apanhamos", fiquei impressionada com a quantidade de espanhóis que se encontravam no recinto, disse o meu pai que estava a ver as reportagens que a jornalista teve uma certa dificuldade em encontrar um Português para entrevistar.

Giro, giro, foi chegarmos ao carro o Ricardo apontar para um papel no vidro, e caiu-me tudo: "uma multa", afinal não, tinha sido ele que lá tinha colocado o bilhete para nos assustar :@

Claro que a companhia dos amigos ajuda sempre, mas foi sem dúvida uma experiência fantástica!


Alinhamento:
-Human
-This Is Your Life
-Somebody Told Me
-For Reasons Unknown
-The World We Live In
-Joy Ride
-Bling (confessions of a King)
-Shadowplay
-Smile Like You Mean It
-Losing Touch
-Spaceman
-Dustland Fairytale
-Read My Mind
-Mr. Brightside
-All These Things That I’ve Done

Encore
-I Can’t Say
-Jenny Was A Friend Of Mine
-When You Were Young

5 comentários:

-sakana- disse...

Ficas bem de ólicos pa!

Kelle disse...

Considera um item riscado da lista do "Eu nunca" apenas quando passares pela experiência de acampar dias e dias a fio num festival de Verão como o SW. Esta experiência foi como ires a um concerto e voltar para casa, aliás foi isso mesmo! O espírito de festivaleiro está exactamente em acampar no meio de um pinhal, com casas de banho e chuveiros tudo à base do improviso. Isso sim, é ir a um festival de Verão :D À parte disso, gostava muito de ter visto os The Killers, mas não se deu...espero pela próxima vez, já que eles estão cheios de coragem para voltar!

Kris disse...

naaaa, isso seria outro item da lista "nunca acampei", baby steps!

Kris disse...

obrigada Sakana, até pareço inteligente nao é? :D

Kelle disse...

A minha amiga Sara, que tb nunca tinha acampado, foi comigo no ano passado para o SW08 fazer o baptismo de campismo. Teve de dormir a descer com pedras debaixo do lombo, com gente a gritar toda a noite, tomar banho de água fria, ir a casas de banho que davam medo, comer pó de manhã à noite...enfim, uma panóplia de situações que eu achei que ela iria detestar...e não é que no fim ela disse que gostou? :D Ah, e no SW08 a Brandi Carlile deu grande concerto! Mas o rei dessa noite foi o Mr. David Fonseca que dominou muito mesmo!