domingo, junho 14, 2009

Ida a Basel

Estando em Zurique, decidimos na Quinta-feira apanhar o comboio para Basel (ou Basileia em Português), é aqui que a Suiça é cara, viagem de 1h custou 62 CHF ida e volta (qualquer coisa como 41€, nem quero saber quanto era o bilhete de primeira classe).

A Suiça tem um óptimo sistema de transportes, de 30 em 30 minutos saía um comboio de Zurique para Basel (e vice-versa) e depois de se comprar o bilhete pode-se apanhar qualquer um dos comboios, não há hora marcada. Existe também um Swiss card com uma determinada duração, por exemplo o cartão de um mês com três viagens custava quase 300 francos suiços, que pode compensar em determinadas situações.

Confesso que não tinha grandes expectativas, queria ir ao Kunstmuseum e pouco mais, mas assim que chegámos a Basel, fiquei rendida: adorei a cidade, adorei passear no centro, ver o mercado em pleno centro da cidade, adorei a arquitectura.

Aqui ficam as fotos...

- O Reno:

Tal como as outras cidades suíças, Basel, também tem como edifícios mais importantes Münster (catedral) e a Rathaus (câmara).

- Com paredes em grés vermelho-escuro a catedral impõe-se ao visitante, de destacar o relógio de sol (a faixada principal estava em obras, por isso só tenho mesmo uma foto da torre):


- Este não é do Marc Chagall mas também é bastante atractivo:

From Suiça 2009


- O livro de assinaturas, por cima do Tobias pode-se ler "Satan", se o Dean e o Sam Winchester sabem...

From Suiça 2009


- O Reno novamente:

From Suiça 2009


- Na baixa de Coimbra, existe uma padaria, a Palmeira, que tem um boneco na montra vestido de Chef e que no Natal está vestido de Pai Natal, a que sempre achei piada desde pequenina, não é que o boneco parece que fugiu para Basel?

From Suiça 2009


- A Rathaus:

From Suiça 2009


E depois seguiu-se a rua das compras (para variar), lembram-se da Baba do dia #7? depois de ter corrido quase todas as H&M da cidade do Porto e ter ido não-sei-quantas vezes à loja de Coimbra procurar o número 34 e de ter entrado em mais 5 lojas diferentes em Zurique, consegui encontrar o meu tamanho em Basel. Com o pormenor de ser mais 6€ que em Portugal, mas são pormenores (quando entrei no provador com o bikini na mão só me lembrava do que a Délinha me disse uma vez "consegues sempre tudo o que queres"), agora só falta ir à praia.

- Para terminar fomos ao Puppenhausmuseum e em seguida passámos pelo Kunstmuseum, por toda a cidade estava anunciada uma exposição temporária do Van Gogh, lá foi a Kris toda contente a pensar que podiam lá estar os Van Gogh que o Marto não viu no MoMA, quando me pedem 28 CHF pela exposição temporária e mais 28 francos pela permanente, qualquer coisa como 34€ (err...., pois fica para a próxima):


From Suiça 2009



- Para terminar o dia, apanhámos o TGV de volta para Zurique (em 2a classe está claro):

From Suiça 2009



PS: De referir que no dia em que cheguei a Portugal, Mr. Brad Pitt foi a Basel e gastou 1 milhão de dólares em arte, o que eu perdi...

0 comentários: