terça-feira, julho 08, 2008

Diario da vida da uma tester - parte 2

Pulando a parte do trabalho e do sono e de ter de acordar mais cedo ainda para fazer os horarios espanhois vou para a parte "divertida":

Decidi ir ao Prado (nao, Raquel eu nao me farto), apanhei o metro, descobri que afinal o bilhete simples dava, o que quer dizer que comprei uma senha de 10 viagens (Delinha temos de vir ca gasta-las ate ao fim do ano!)

17h30- saio na estacao de metro Atocha, sem saber em que lado da rua ia parar comeco a subir as escadas e eis que me deparo com a estacao de Comboios e me questiono novamente "Sera que foi sempre assim imponente ou que foi so depois do 11-M que foi a forma de dizerem ao mundo 'estamos aqui!recuperamos!'?"

Caminho em direccao ao Prado, passo nas passadeiras onde passava no vermelho, pensando se esta uma fila grande (que se lixe, se estiver vale a pena esperar!), nao estava, descubro que:

A) estudante so e gratis ate aos 25 anos
B) a entrada e gratis depois das 18h "vou ficar a espera?? naaaaa ja la entrei 2 vezes a pala desta posso pagar" e ainda bem, que depois a fila ficou enorme

como estava o Prado:
- exposicao do Goya em tempos de guerra: faltava a "maja vestida", parece que voltou para casa, o que quer dizer que ainda bem que consegui ver as duas lado a lado das outras duas vezes

- exposicao retratos do renascimento: la estava o meu quadro preferido do Thyssen o "retrato de giovanna tornabouni" :)
- shop:

os meus tres quadros preferidos estavam em puzzle "las meninas", "a familia de Carlos IV" e o "jardim das delicias" consegui resistir a tentacao e nao comprar mais nenhuma pk:
1) ja tenho o primeiro
2) comeco a ficar sem paredes em casa

aqui fica o triptico contendo, o paraiso, o jardim das delicias terrenas e o inferno:




E pronto vi as masterpieces em detalhe, as exposicoes temporais, bebi um chocolate quente e decidi regressar.

Passei em frente a Cibeles, vi o Ritz e o Palace (onde vou ficar com a Delinha da proxima vez, uma em cada janela oposta)

regresso de metro: outra aventura!

na estacao do tribunal, ficamos 5 min dentro do metro ate que o sr balbuciona algo em espanhol a velocidade da luz e todas as pessoas saem, desta vez sai tb, metro volta para tras, passado nao sei quanto tempo vem outro, entramos, ficamos mais nao sei quanto tempo parados na proxima estacao, depois para entre duas estacoes, enviei SMS ao Huguinho a dizer onde estava, nao fosse o Diabo tece-las.

21h - decido ir experimentar o restaurante Irlandes que o Nuno recomendou ao pe do hotel, chego e sou atendida por um empregado simpatico que me pergunta o nome (sim, pelos vistos ha espanhois simpaticos), pedi qq coisa de cerdo, novamente entrecosto, ou seja, fazendo uma estatistica, nao voltar a pedir porco porque ha 100% de probabilidade de ser entrecosto!

4 comentários:

-sakana- disse...

O espanhol estava-se a fazer a kris e ela inocentemente achou-o simpatico! Não estranhaste quando ele disse que o turno dele acabava dentro de 1 hora quando saiste? É incrivel! E lamentavel ...

Su disse...

Epah mas quando é que aprendes a andar de metro? Já andei milhoes de vezes e nunca tive dessas aventuras :p

Beijocas e aproveita ***

r i t a disse...

Bienvenida a Madrid!:P

Kris disse...

la estao voces com essas coisas, ele so estava a ser simpatico!

e tb ja andei milhoes de vezes de metro, nao reparo e nas legendas, isto e que tem piada: ter historias para contar!