sexta-feira, julho 25, 2008

The Dark Knight



Sempre fui uma grande fã do batman desde pequenina (ok, pronto desde que era mais pequena) e depois do grande filme que foi o "Batman Begins" e toda a excitação que se criou à volta do filme, lá fui eu à estreia (infelizmente desta vez não houve ante estreia em Coimbra, que eu soubesse, e infelizmente não guardei o convite original que deram desta vez com a carta do Joker)

Ante do filme começar disse: "preparem-se que parece que vão ver o melhor filme de sempre". Mas durante o filme, começo a pensar "será que já vi algo melhor?" (sim, eu sei que há a Guerra das Estrelas e o Senhor dos Aneis) no entanto não consigo comparar.

Banda sonora (composta por dois dos meus compositores preferidos, Hans Zimmer e James Howard), efeitos especiais, interpretação, realização, adorei tudo!

Penso que há 4 opiniões que contam quando vemos um filme:
- no intervalo
- no fim do filme
- quando chegamos a casa
- e a sensação que ainda nos lembramos umas semanas depois.

Mas para mim a que realmente importa é aquela quando chegamos a casa, quando não presta vou dormir mas quando o filme é mesmo realmente muito bom, não consigo ir dormir, não vou trabalhar a esta hora, não vou ver tv porque tudo o que possa ver é pior, daí decidir vir compartilhar a minha opinião.

Para resumir o filme, tenho uma palavra para o descrever (desculpa Gonçalo mas vou te roubar o adjectivo): BRUTAL!

Recomendo vivamente!

PS: E sim, o sr. Heath Ledger merece o óscar póstumo!

quinta-feira, julho 24, 2008

Viva La Vida!!!!!!

Cara nova, música para acompanhar!

VIVA LA VIDA!!!!!!!

terça-feira, julho 22, 2008

Diario da vida de uma tester - parte 5 e ultima

Last day in Madrid,

Para comecar o dia ao pequeno almoço um rapaz foi me perguntar se fumava (desde o tempo em que era gótica que ningém me vinha pedir lume) acho que fiz uma cara tao chocada e disse "not!that's too bad!!" que o rapaz deve ter ficado a pensar "parva!"

Depois la fui para o trabalhinho e quando sai fui ao restaurante tuga, comi gaspacho (acho que deve ser a primeira vez que venho a espanha e não como paella ou que viajo e não como comida italiana) seguida de ternera novamente (que estava novamente mesmo muito boa, ate fiz algo que a minha mae não me deixa fazer: "comer" o molho).

Como o centro de Madrid ainda ficava longe decidi vir passear para o aeroporto. A caminho vinham mais tugas no transfer do hotel, foram o tempo todo a gozar e a pensar que ninguém os percebia (só me ria).

Chego ao aeroporto e descobri que isto tem tantas lojas tantas lojas que eu só encontrei meia dúzia (espectáculo!), de seguida fui comprar um calipo (descobri que um corneto aqui são 3€ wow!) e decidi vir colocar mais uma posta no blog quando descobri que neste sitio não ha wi-fi (ler uifi, com acento no U, teclado espanhol nao encontro os acentos graves).

Como as aventuras nao podiam terminar assim, la andava eu a fazer tempo para o embarque (dado que nunca apanhei nenhum voo da tap em que começasse a embarcar antes da hora do voo) quando de repente por acaso olho para o painel e vejo escrito "last call", la fui eu a correr com o portatil, a mala, a carteira e o saco com caramelos, mas felizmente alem de mim estavam mais 4 pessoas atrasadas.

Para terminar a viagem o meu filhote que vive no Porto, o Sartaguinho, foi me buscar :D

Para mais tarde recordar ficam as fotos:

O Museu do Prado e o anúncio da exposição "Goya em tempos de guerra"



um dos problemas de viajar sozinha é que nunca aparecemos na fotos, mas lá consegui remediar esse problema:



Eu em frente ao Santiago Bernabeu:



A Rita e eu:



O Sartaguinho e a mummy (sim, tenho metal free teeth :D ):



quinta-feira, julho 10, 2008

Diario da vida da uma tester - parte 4

Hoje decidi ir almocar a um restaurante Tuga em frente a Vodafone, e guess what? Somos os maiores!!! Comi o melhor "filete de ternera" (aka bife de vaca) de toda a minha vida! pena as batatas que acompanhavam nao estarem grand coisa mas pronto, nao pode ser tudo bom.

Ao fim da tarde, como me faltava picar o ponto em 2 sitios fui ate a zona chique da cidade: Goya. (Rita nao me batas, o parque do Retiro vai ter de ficar para outra altura em que eu traga uma maquina fotografica e companhia que nao tenha medo de caes). Pelo caminho passei pelo Hard Rock Cafe para comprar a bela da Tshirt (felizmente que ja renoravaram o stock, porque quando fui a barcelona e amsterdao ja as tinha todas) e a um starbucks beber um Iced Cafe Moka (pedi o mais pequeno mas mesmo assim so fui capaz de beber metade, aquilo e bom mas nao sei quem consegue beber a embalagem maior!)

Depois fui dar uma voltita a regressei ao hotel.

Nao tinha fome para jantar, mas voltei ao restaurante irlandes. Estava farta de comer carne, mas o cadarpio de peixe nao era grande coisa e nao combinava com a Heineken que ia pedir (Huguinho roi-te de inveja!), assim pedi bitoque de ternena. Na realidade o bitoque era um hamburguer que vinha num prato super bem decorado com queijo de cabra e cebola caramelizada (acho que desta cebola ate a Raquel ia gostar). Mas como tinha pouca fome so comi metade, pois a seguir vieram 3 empregados perguntar-me se nao tinha gostado, se a carne estava crua, blablabla. Como estava feita gulosa decidi pedir uma sobremesa e segui a sugestao do empregado: soufle de chocolate. la veio um prato enorme com uma bola de gelado enorme e um soufle enorme. Tinha 2 hipoteses: para nao passar pesla mesma vergonha, ou comia tudo, ou deixava metade no prato para elucidar que nao tinha mesmo fome (o meu estomago obrigou me a optar pelo segundo).

Pronto, agora que ja estraguei a dieta toda, amanha estou de regresso e sabado vou ao Phive queimar caloirias no Power Jump.

Sartas: vou aterrar no Porto mas presumo que ja nao estejas la pelas 20h.

quarta-feira, julho 09, 2008

Diario da vida da uma tester - parte 3

sabem aquele mail que volta e meia recebemos do "nunca discutas com um idiota que ele arrasta-te ate ao seu nivel e ganha-te em experiencia"?

pois, hoje foi o que me aconteceu ao almoco, pedi uma factura e a empregada trouxe-me um talao da caixa que nao tinha nem NIF nem numero de factura, depois traz-me com um com NIF mas sem IVA e sem numero, continuei a dizer que aquilo nao me servia de nada, la veio o patrao que esteve nao sei quanto tempo a discutir que aquilo era uma factura (e queria me fazer acreditar que a palavra "COMPB" era o numero da factura), ate lhe mostrei uma que tinha para exemplificar o que era, mas nao deu em nada, ate que me lembrei da tal frase e pensei "pronto nao vale a pena"! Portanto nao volto la mais! Ja agora chama-se o restaurante chama-se "monjardim" e nao recomendo !

Ao fim do dia fui ter com a Rita ao Santiago Bernabeu (Delinha fica descansada, nao entrei la dentro), paguei 3€ por uma coca cola (pensei numa asneira muito feia quando o empregado me pediu o dinheiro) se fosse na plaza mayor ate podia pagar mais, que era compreensivel, mas ali??? Falei o tempo todo pelos cotovelos, mas a Rita la me foi aturando.

E para concluir tenho a dizer que o Estadio da Luz e muito mais giro! Aquilo e som um monte de betao! pelo menos visto de fora...

Dani: outro espanhol simpatico, so havia um lugar no metro eu estava de pe e perguntou me se me queria sentar, nao me vais dizer que este tambem se estava a atirar a mim nao?

Pronto, hoje nao tive grandes aventuras, pode ser que amanha haja coisas giras para contar.

terça-feira, julho 08, 2008

Diario da vida da uma tester - parte 2

Pulando a parte do trabalho e do sono e de ter de acordar mais cedo ainda para fazer os horarios espanhois vou para a parte "divertida":

Decidi ir ao Prado (nao, Raquel eu nao me farto), apanhei o metro, descobri que afinal o bilhete simples dava, o que quer dizer que comprei uma senha de 10 viagens (Delinha temos de vir ca gasta-las ate ao fim do ano!)

17h30- saio na estacao de metro Atocha, sem saber em que lado da rua ia parar comeco a subir as escadas e eis que me deparo com a estacao de Comboios e me questiono novamente "Sera que foi sempre assim imponente ou que foi so depois do 11-M que foi a forma de dizerem ao mundo 'estamos aqui!recuperamos!'?"

Caminho em direccao ao Prado, passo nas passadeiras onde passava no vermelho, pensando se esta uma fila grande (que se lixe, se estiver vale a pena esperar!), nao estava, descubro que:

A) estudante so e gratis ate aos 25 anos
B) a entrada e gratis depois das 18h "vou ficar a espera?? naaaaa ja la entrei 2 vezes a pala desta posso pagar" e ainda bem, que depois a fila ficou enorme

como estava o Prado:
- exposicao do Goya em tempos de guerra: faltava a "maja vestida", parece que voltou para casa, o que quer dizer que ainda bem que consegui ver as duas lado a lado das outras duas vezes

- exposicao retratos do renascimento: la estava o meu quadro preferido do Thyssen o "retrato de giovanna tornabouni" :)
- shop:

os meus tres quadros preferidos estavam em puzzle "las meninas", "a familia de Carlos IV" e o "jardim das delicias" consegui resistir a tentacao e nao comprar mais nenhuma pk:
1) ja tenho o primeiro
2) comeco a ficar sem paredes em casa

aqui fica o triptico contendo, o paraiso, o jardim das delicias terrenas e o inferno:




E pronto vi as masterpieces em detalhe, as exposicoes temporais, bebi um chocolate quente e decidi regressar.

Passei em frente a Cibeles, vi o Ritz e o Palace (onde vou ficar com a Delinha da proxima vez, uma em cada janela oposta)

regresso de metro: outra aventura!

na estacao do tribunal, ficamos 5 min dentro do metro ate que o sr balbuciona algo em espanhol a velocidade da luz e todas as pessoas saem, desta vez sai tb, metro volta para tras, passado nao sei quanto tempo vem outro, entramos, ficamos mais nao sei quanto tempo parados na proxima estacao, depois para entre duas estacoes, enviei SMS ao Huguinho a dizer onde estava, nao fosse o Diabo tece-las.

21h - decido ir experimentar o restaurante Irlandes que o Nuno recomendou ao pe do hotel, chego e sou atendida por um empregado simpatico que me pergunta o nome (sim, pelos vistos ha espanhois simpaticos), pedi qq coisa de cerdo, novamente entrecosto, ou seja, fazendo uma estatistica, nao voltar a pedir porco porque ha 100% de probabilidade de ser entrecosto!

segunda-feira, julho 07, 2008

Diario da vida da uma tester - parte 1

Bom como Coimbra ja esta muito testada, desta vez vim testar madrid (piada geek e sequinha, dodot, dodot...), na realidade isto e so para fazer inveja ao Marco e dizer que estou novamente em Madrid!!!

Entao aqui ficam algumas descricoes dignas de nota (ou nao):

Diario da vida de uma tester (dia 1)

20h45 - partida do Porto, nota futura: nao ir para la 1h antes do aviao, que o aeroporto esta igual ha uns meses atras, ie, continua sem ter nada para ver
23h00 - chego ao aeroporto de Madrid Barajas, pela primeira vez na minha vida troquei a minha mala com a de outro sr (pronto ok era de noite, eram as 2 iguais e tal, para a proxima leva uma tag cor de rosa)
23h30 - chego ao hotel. O quarto e "muito a frente", ja estive em hoteis de 5 estrelas que nao tinham isto (pronto ok, estava la o sr para carregar as malas, mas tb tive de lhe dar grojeta no fim): cabine de hidromassagem (que tem tanto botao que nem sei para que servem), ecra lcd, portatil, ate tem uma cena para passar fatos a ferros (o unico bug a apontar e que o A/C faz muito barulho)



Diario da vida de uma tester (dia 2)

7h30 - acordo esqueço me que estou em roaming, e que pago 49 cent por SMS, e envio mensagem para o Huguinho a dizer "Bom dia" e a referir que tinha muito sono, de facto era tanto que so uma hora mais tarde me apercebi do sucedido
8h15 - pequeno almoco - muito bom, pena estar pouca gente e não poder fazer os famosos "desvios da kris ao peq almoco", comprovei mais uma vez que o sumo de laranja continua a ser feito juntamente com as cascas

...

trabalho, tralalalalal,

...


15h - como os srs estao no horario de verao, entram as 8h e saem as 15h (que chatice!) fui almocar e decidi ir as compras

16h15 - fui apanhar o metro na estacao de "las tablas" para ir para as puertas del sol.

como desde que andei a comprar bilhetes de cao em Viena nao tive mais nenhuma aventura no metro, eis que ando 3 estacoes e toda a gente sai do metro e fico la eu mais duas pessoas, que acabaram de entrar, penso eu na minha ingenuidade "devem ir todos apanhar algum comboio", so reparei no erro quando o metro comecou a andar para tras (nota futura: analisar bem o mapa quando se apanha o metro numa estacao longe do centro, principalmente quando contem pintas pretas entre 2 estacoes)

17h e pouco - lojas & lojas e lojas

para recordar:
-passei pela Plaza mayor, ainda esta no mesmo sitio,
-passei uma passadeira no vermelho (embora desta vez nao tivesse o "manito" Rocha a dizer "despacha-te + asneira_comecada_por_c"
-puertas del sol continuam em obras (quase nem dei com a Toshop)


19 - regresso ao hotel para vir apanhar mais uns bugzitos :D,
como ainda nao tinha visto tugas o dia inteiro, chego a recepcao e encontro alguns 10 para compensar

19h15 - confirmo: agua espanhola continua a ser ma

21h15 - como todos os testes nunca sao suficientes, decidi fazer mais um: o primeiro restaurante que encontrar! Entrei num restaurante chamado "curioso lugar" e pedi algo como costoletas de cerdo, ate aqui tudo bem, na realidade as costoletas eram entrecosto e nao traziam nada a acompanhar, la tive de pedir uma salada mista... enfim, "coisas a kris", amanha testo o proximo!